Desde pequenos que nos habituamos a usar óculos de pouca qualidade, muitas vezes brindes que saem de ovos de plástico ou outras brincadeiras. O que é grave: uma criança que use um dia inteiro lentes que não passam de dois pedaços de plástico, além de prejudicarem os olhos, obriga-a a um esforço adicional de focagem o que também pode prejudicar a aprendizagem na escola.

Com os adultos passa-se o mesmo. A maioria não tem cuidado com a sua visão – geralmente não usam as lentes mais adequadas e ajustadas aos seus problemas à medida que os anos passam. Os problemas óbvios e imediatos são a diminuição da qualidade da sua visão e respetivos a efeitos secundários como fortes enxaquecas, olhos lacrimejantes ou necessidade de esfregar a zona dos olhos.

Há quem não troque de lentes de contacto por inércia, mas também há aqueles que sabem que deviam usar óculos e não o fazem porque acham que não vão ficar bem. Só que este medo é infundado. Existem armações para todos os gostos. Há muito que dissemos adeus aos óculos pesados e desconfortáveis. Atualmente são símbolo de estilo e revelam que gosta de se cuidar.